quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Rabuga - daqui
Rabuga - daqui
Rabuga - daqui

Agora é oficial: é grave.
Ontem, por causa do trabalho, tive de gravar o áudio de três unidades de uma disciplina que eu ministro.
Estava quase sem fôlego para falar. Inédito. Tive de parar duas vezes e respirar fundo.
Há alguns meses tenho sentido cansaço extremo e muito, muito calor.
Então, hoje decidi andar. E, nossa, meu corpo não respondeu bem. Além da falta de ar (que estou sentindo até agora), minhas pernas não saiam direito do lugar, como se pesassem toneladas.
Sempre tive bastante fôlego e minha atividade física preferida sempre foi caminhar. Fazia isso bem e normalmente.
De uns tempos para cá, relaxei com a alimentação e com as caminhadas. Resultado: uma senhora aqui do prédio, que, por baixo, deve ter 150 anos, me ultrapassou enquanto eu tentava andar. E olha que ela estava naquele "passinho da saúde".
Enquanto eu bufava, tentando respirar e cheia de dor no corpo, ela se afastava vestida com um moletom rosa de veludo dos tempos de D.Pedro I.
Talvez a dor muscular seja reflexo da preocupação. Dinheiro (ou falta dele) faz isso comigo.
A (má) alimentação também atrapalha. Beber café com leite, por exemplo, é um veneno para mim. Só que eu adoro. Então, vamos cortar o leite também e ficar só no chazinho e suco.
Realmente, estou preocupada.
Sei que não tenho muita força de vontade para atividades que fazem suar, mas agora é uma questão de sobrevivência.
Vou re-começar com meia hora por dia. Em uma semana, espero ter fôlego para respirar enquanto ando.
Em um mês, espero que pelo menos uma calça me sirva de novo.
Rezemos.

P.S. Agora temos cheiro de borracha queimada e motor de caminhão todo dia aqui em casa. Estou desconfiada que abriram uma fábrica de recauchutar pneu perto daqui. Acho que isso também está me dando alergia e me fazendo respirar (muito) mal.
Será?

P.S.2 Pensando em trocar o nome desse incauto blog para "Muro das Lamentações". A verdade é que estou me tornando uma velha chata. Daqui a pouco vou começar a brigar na rua com as criancinhas e ficar repetindo por aí: - No meu tempo era tudo diferente.

P.S. Prometi que iria arrumar os armários do quartinho de serviço hoje. Mas, a vontade mesmo é me esparramar na cama e terminar meu livro. Acho que vou começar pelo livro, depois vou para os armários. Ainda estou bufando de cansaço.

Travis Lampe

Um comentário:

::Burtonesca:: disse...

Putz. Acho que alguma coisa anda rolando no ar... Tb to assim, faz tempo demais e nao consigo mandar a bola pra frente. Engordei 14 quilos este ano, pode? clinicamente to um caco, emocionalmente tb. Mesmo assim com a rabuginha dei uma risada. Merda de vida! To recomecando o circulo por quarta vez no dia de hoje... rs
Bijús
Line