quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

(Ilustração do Benett, daqui)

Para uma mulher, achar o shampoo perfeito é quase tão importante quanto o primeiro beijo. E, não, não é exagero. Por isso, hoje, quando acordou, foi para o banho com a secreta esperança de que dessa vez, daria certo.
Até cair no chuveiro. Em um daqueles tombos cinematográficos e perigosos. Caídos em câmera lenta.
Secretamente e no chão, amaldiçoou o condicionador. O rótulo prometia cabelos macios e cachos definidos. Do cabelo, ainda não sabia, mas tinha certeza de que o chão do box estava escorregadio pelo excesso do condicionador cuidadosamente enxaguado pela água fria (que não resseca e dá brilho).
- Nunca mais compro dessa marca. Juro!
Já no hospital, na salinha de raio X, cheia de dor e despenteada, perguntou ao moço se tudo bem, já que as primeira "chapas" não foram suficientes.
- Tudo, é só pra garantir. Mas, você vai precisar tirar a roupa de novo e deitar na maca.
- Assim, sem flores e sem vinho? Pensou, com vergonha de sua calcinha folgada e de algodão.
Saiu do hospital sem poder sentar e xingando baixinho o médico. O motorista do táxi, coitado, ficou assustado com os urros abafados em cada curva fechada.
- Moça, desculpa. Quer que eu vá mais devagar?
Um "quero" anasalado foi tudo que conseguiu dizer.
Chegou em casa, jogou a chave na mesa e fez um chá. Alérgica, sem poder tomar remédio pra dor, chorou em pé.
Até a hora em que, cansada de chorar, foi lavar o rosto inchado e vermelho. Só então percebeu que seu cabelo estava com um brilho incomum e com os cachos domados.
Sorriu satisfeita e ainda com dor foi ligar para a mãe, que estranhando o horário, perguntou, preocupada se havia acontecido alguma coisa.
- Caí tomando banho, mãe. E adivinha? Sabe aquele shampoo com queratina? Deu certo!


Um comentário:

::Burtonesca:: disse...

Viajei :)

E diga,,, é baseado em fatos reais? Qual é a marca??????

Beijos!